Rádio JOVEM PAN

101.3. Jovem Pan Maringá

Ouvir

Problemas no amor? Psicólogo Frederico Mattos dá dicas para relacionamentos duradouros

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Frederico Mattos participa do Pânico; veja fotos

Frederico Mattos desmistificou dramas amorosos no livro

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Frederico Mattos desmistificou dramas amorosos no livro "Relacionamento para Leigos"

Frederico Mattos no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Frederico Mattos no Pânico

Frederico Mattos no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Frederico Mattos no Pânico

Frederico Mattos no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Frederico Mattos no Pânico

Frederico Mattos no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Frederico Mattos no Pânico

Frederico Mattos no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Frederico Mattos no Pânico

Frederico Mattos no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Frederico Mattos no Pânico

Frederico Mattos desmistificou dramas amorosos no livro "Relacionamento para Leigos"
Frederico Mattos no Pânico
Frederico Mattos no Pânico
Frederico Mattos no Pânico
Frederico Mattos no Pânico
Frederico Mattos no Pânico
Frederico Mattos no Pânico

Seu relacionamento está desgastado? Ou você não tem experiência em namorar? O psicólogo Frederico Mattos pode ter as respostas para os seus problemas. Em passagem pelo Pânico na Rádio nesta sexta-feira (12), o autor do livro “Relacionamento para Leigos” destacou os principais erros e dicas para manter a chama acesa a longo prazo.

Para o psicólogo, a dica mais importante para um relacionamento duradouro é não idealizar demais o romance e a pessoa amada no começo da relação. “Na maioria das vezes o amor é superestimado, mas ele é só uma parte da história, muito tem a ver com logística também”, explicou.

“Se entrarmos sendo realistas em relação ao que um relacionamento pode proporcionar não tem como a relação ser um 7x1”, falou.

Mattos ainda explicou que a concepção de amor na vida real é diferente da dos filmes e, portanto, é necessário cautela ao se espelhar nesses exemplos. “Somos bombardeados pela ideia de que amor é uma coisa intensa e quando não vivemos isso achamos que não estamos mais amando. Mas o amor tem silêncio, distância e individualidade”, alertou.

A individualidade, por sinal, é uma peça chave para um relacionamento duradouro. “Cada um precisa respirar a sua vida pessoal”, recomendou o psicólogo.

Para fugir de um “relacionamento neurótico”, Mattos ofereceu dicas essenciais. É preciso abrir mão do lado controlador, evitar culpar o parceiro ou parceira caso algo dê errado e não tentar mudar a pessoa. “Tentar mudar alguém é uma das maiores furadas de qualquer relacionamento”, alertou.

A promessa de “amar para a vida toda” também deve ser feita com cautela. “Acreditar nisso é ingenuidade porque a pessoa não sabe como estará daqui a 5 anos”, comentou. Saber lidar com as frustrações, que são normais em qualquer relacionamento, também é essencial para que ela seja duradoura.

“Não dá para levar tudo tão a sério. Fazer DR de cada vírgula não funciona”, explicou. E para finalizar, duas dicas de ouro: “pimenta e bom humor ajudam muito em qualquer relacionamento”.


Tags da Pan

Comentários